Política, Estratégia e Religião

  Brasileiros de todos os partidos e credos, uni-vos! (antes que seja tarde).

 

 

Grande número de brasileiros afirma, sem titubear, que não é prudente discutir futebol, política e religião.  Todavia, aos domingos, por toda a parte, encontramos grupos de pessoas ferozmente defendendo as cores de seus times. Basta sintonizarmos qualquer canal de rádio ou TV para que testemunhemos acalorados debates sobre o esporte bretão. O que os brasileiros evitam discutir mesmo é política e, principalmente, religião. Vejam o que produziu o interesse nacional pelo futebol. Somos, sem sombra de dúvida, os melhores. Parece que o único objetivo nacional permanente é o de vencermos a copa do mundo. Todavia, tal obstinação ludopédica contribui para alhear os brasileiros de outros assuntos que estão a clamar por atenção. Além do futebol, preferência nacional, é importante discutirmos também política, estratégia e religião. De modo análogo, poderemos nos tornar os melhores do mundo em muitos outros campos.

Carlos Hernán Tercero

            

 Fale conosco:        carlos@polestrare.org 

  © todos os artigos deste site podem ser reproduzidos desde que sejam citados o autor e a fonte.